Expressões utilizadas no cinema

Como o mundo cinematográfico tem seu próprio “vocabulário”, muitas vezes não entendemos bulhufas, ainda mais por serem na maioria em inglês. Então resolvi reunir aqui as mais “populares” palavras do mundo do cinema. A maioria delas criados no gênero do terror, algumas você com certeza já viu por ai ou verá.

 

A.K.A: Abreviatura para “also known as”. Usada para indicar os vários outros nomes pelos quais determinado filme é conhecido. Exemplo: Saw a.k.a – Jogos Mortais, Scary Movie a.k.a – Todo Mundo em Pânico.

Spoiler: Termo usado quando alguém ou normalmente um site revela fatos de determinado filme, série ou jogo. Muito usado em sites de críticas de filmes, onde contam partes importantes da trama. Alguns sites até alertam *SPOILER*, assim, fica a critério do leitor perder a sensação de primeira vez. Resumindo: verdadeiro “estraga-prazeres”.

Remake: Pode ser traduzido como “regravação” ou “nova versão”, são filmes que já tinham uma produção anterior e já conhecida do público, tendo alguns ajustes atuais e tecnológicos. Normalmente não são bem aceitos pelo público do filme original, afinal de contas, pode-se adaptar várias coisas diferentes do original, nomes de personagens, ambiente diferentes, personagens incluídos ou tirados e roteiro modificado. Exemplos: King Kong, Planeta dos Macacos, O Massacre da Serra Elétrica, Godzilla, A Fantástica Fábrica de Chocolate, Drácula.

Reboot: Ou “reiniciar”, termo onde as histórias dos filmes já produzidos são descartadas partes ou todo o conteúdo do filme original, pode ser confundido com remake, mas usa-se apenas a base da história original, criando uma nova continuidade, conseguindo assim, atrair novos públicos e arrecadar dinheiro de um franquia já “esquecida”. Exemplos:  Sexta-Feira 13, A Hora do Pesadelo, The Karate Kid, O Incrível Hulk.

Prequel: São produções realizadas para contar a história anterior da história abordada em um determinado filme, normalmente são filmes realizados para mostrar a infância dos personagens, suas ações e elementos que construiram a história original. Exemplos: O Exorcista – O Início, Hannibal – A Origem do Mal, Prometheus, Annabelle, Batman Begins.

 Blockbuster: São filmes de alto orçamento que rendem grandes bilheterias e milhões de dólares para os estúdios, patrocinadores, etc.  Normalmente são filmes comercias, cujo o objetivo é apenas encher os cofres de quem o produziu e ainda fazerem sucesso. Exemplos: Avatar, Titanic, Senhor dos Anéis, Star Wars, O Parque dos Dinossauros.

Slasher: É um dos sub-gêneros de terror mais popular e despretensioso. Filmes onde há um assassino que mata aleatoriamente (na maioria das vezes adolescentes) . Normalmente usam máscara ou fantasia e vai coletando vítimas ao longo do filme, sendo depois desmascarado pela protagonista, a única a sobreviver após fugir o filme todo. Habitualmente são filmes de baixo orçamento, roteiro pobre, atuações medíocres, clichês e muito sangue, pra compensar. Muitos deles tachados como “Terror B”. Foi muito popular nos anos 80. Exemplos: Sexta-Feira  13, O Massacre da Serra Elétrica, Halloween – A Noite do Terror, A Hora do Pesadelo, Acampamento Sinistro, Pânico, Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado, Dia dos Namorados Macabro, Noite das Brincadeiras Mortais.

Giallo: (Amarelo em italiano) gênero surgiu e se tornou muito popular na década de 1970 e 1980. Nascido na Itália, pode ser chamado de “pai” dos slashers. Na Itália existia uma série de livros policiais que tinham a capa amarela. Logo que começaram a produzir filmes de assassinos em série onde são perseguidos por detetives, foram associados e apelidados de giallo também. A maioria dos filmes deste gênero são semelhantes, com um assassino em série (que geralmente é mostrado somente no final, durante o filme vemos apenas suas mãos vestidas com luvas pretas de couro), um detetive que procura esse assassino, mortes chocantes, principalmente de mulheres (sempre com cenas de perseguição antes do ato), e exposição de corpos total ou parcialmente nús. O giallo foi muito importante para o gênero do terror. A maioria dos realizadores italianos da atualidade teve sua estréia cinematográfica com giallos. Exemplos: Prelúdio Para Matar, Suspiria, O Pássaro de Plumas de Cristal, Seis Mulheres Para o Assassino, O Esquartejador de New York, A Tarântula do Ventre Negro.

Exploitation: Mais um sub-gênero do terror. São filmes independentes onde não há interferência de estúdios grandes, feitos para mostrar a verdadeira face da violência, com cenas fortes e constrangedoras; erotismo, crueldade, consumo de droga, romance, sexo, sensacionalismo com o tema abordado e afins. Alguns desses filmes ganharam com o tempo a reputação de Cult. Exemplos: Aniversário Macabro, A Vingança de Jennifer, Thriller – Um Filme Cruel, Maniac, O Albergue, À Prova de Morte, Machete, Um Drink no Inferno .

Trash: “Lixo”, literalmente. São filmes baratos e de muita pouca qualidade, na maioria das vezes involuntariamente cômicos, com interpretações toscas, roteiro ruim, direção falha e muito exagero, mas que divertem por ser tão absurdos. Podem ser propositalmente mal feitos ou não. Exemplos: Náusea Total, A Morte do Demônio, Pink Flamingos, Fome Animal, O Vingador Tóxico, Ataque dos Tomates Assassinos, Planeta Terror, A Bolha Assassina.

Sci-Fi: Termo usado para filmes de ficção científica, onde a imaginação rola solta. Com invasões alienígenas, insetos gigantes, robôs e anomalias humanas, o gênero se popularizou a partir dos anos 1950. Exemplos: Alien – O Oitavo passageiro, O Exterminador do Futuro, A Experiência, A Mosca, Jornada nas Estrelas, ET – O Extraterrestre, 2001 – Uma Odisséia no Espaço.

Mockumentário ou Mockumentary: É nome dada a documentários que não são verdadeiros, são filmes gravados como documentário normal mas a história é inventada, feita pelos roteiristas. Algo em comum, é que além de não serem reais e tem baixo custos, conseguem arrecadar boas bilheterias. Alguns filmes tem enredos bem sérios e bons, comparando com grandes produções com enredo medíocre. Reforçando a idéia de que filme caro não é sinal de filme  bom. Exemplos: [Rec], Cloverfield, Borat, Atividade Paranormal, A Bruxa de Blair, Contados de 4º Grau, Distrito 9, Lake Mungo, Brüno.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s