That heart you gone must be waiting for ya?

Essa semana me dediquei a sétima arte com muito intuito, vi filmes maravilhosos e outros que não merecem nem ser mencionados. Dentro de filmes bons ou ruins, vi alguns interessantes.
Depois de muito tempo tentando e, por não ter conseguido ver no cinema, confesso que deu muito trabalho conseguir assistir Biutiful, só quase três meses depois o achei. E confesso que me decepcionei bastante com o filme, imaginava um filme melhor do Alejandro González Iñárritu, talvez estejamos mal acostumados depois de Amores Perros, 21 Gramas, Babel. O filme em si gira em torno de uma vida sem efeito, de idéias que não concretizam. O filme é escuro, escuro também como a vida do personagem principal, vivida pelo ótimo ator Javier Bardem, que salva o filme. Um homem que está em seus últimos dias de vida e tem dois filhos para criar e uma mulher viciada, tinha tudo para ser uma bela história, algo melancólico, chocante, algo que já vimos nos outros filmes de Iñárritu, mas nesse não conhece. O filme é rodado na Catalunha, em uma parte suja, escura, feia, constratando com o ambiente do filme. Então quem for assistir, não vá esperando muita coisa – assim como fui, para não se decepcionar.
Um filme que assisti algumas semanas atrás e até hoje está na minha cabeça foi Never Let Me Go (Não me abandone jamais) baseado no livro de Kazuo Ishiguro. Quando eu li esse livro, reli algum tempo depois, por ser tão bom, uma história impactante que te faz pensar por muitos dias, uma história que fica com você, uma bela história. Como é díficil comparar filme e livro, fui assistir o filme com outros olhos, porque algo me dizia que o filme seria tão bom quanto o livro e, o filme me surpreendeu mais ainda, é um filme maravilhoso. Simples, minimalista, uma bela história, uma fotografia impecável, atores ótimos como Carey Mulligan, Keira Knightley e Andrew Garfield. Os três estão maravilhosos no filme, até a Keira que muitas vezes é sem graça, conseguiu atuar melhor. A história gira em torno desses três personagens e sobre a doeção que eles terão que fazer, por serem espécies modificadas geneticamente para ajudar os outros. A história tem toda uma ingenuidade, que você tem vontade de abraçar os personagens. Há momentos tão belos vividos por eles, descobertas, coisas tão bobas ao nosso ver, mas que fazem o filme rodar lentamente. Não adianta por em palavras o sentimento após ver esse filme, todo mundo deveria assistir e depois ficar pensando sobre ele, porque ele foi feito exatamente para isso, você não vai encontrar mil explicações sobre a vida deles, como tudo funciona, como foram feitos, é feito simplesmente para você se deixar imaginar e pensar por ele, e depois não querer largá-lo mais. Um nome nunca fez tanto sentido depois de ler/assistir esse filme, porque você realmente não consegue largá-lo.

One response to “That heart you gone must be waiting for ya?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s